3 doenças de verão que você nem imagina!

Thumb 3 doenças de verão que você nem imagina!

Desidratação, picadas de insetos, queimaduras solares são alguns dos efeitos negativos da época do verão, mas existem mais doenças que são comuns e a maioria das pessoas ignoraram.

Otite

Esta enfermidade afeta mais e mais pessoas no verão, uma vez que elas são infectadas nas praias e piscinas através de bactérias que surgem pela combinação de água e calor.

Embora a água favoreça a otite, em alguns casos os fungos que propagam esta disfunção estão no próprio ouvido, aguardando as condições adequadas que estimulem o desenvolvimento. Um banho, por exemplo, pode causar otite externa, mesmo se a água não contiver bactérias.

Recomenda-se ter cuidado principalmente com as crianças, porque elas são mais propensas a infecções de ouvido e também passam muitas horas na água no verão e além das trompas de Eustáquio serem mais curtas nelas do que com os adultos, assim os germes chegam mais facilmente ao ouvido médio.

A otite causa um inchaço muito irritante e doloroso que impede realizar várias atividades como dormir. Para evitar o aparecimento desta infecção auditiva, é necessário não submergir na água continuamente ou só fazer isso com tampões de banho. Além disso, você deve limpar cuidadosamente os ouvidos com objetos adequados e secar depois de tomar banho com gaze ou toalha.

Ao contrair otite, além de consultar um médico, a orelha não deve ficar molhada e é aconselhável tomar analgésicos para aliviar a dor. Um remédio caseiro que também ajuda a apaziguar o desconforto é aplicar panos quentes e secos na parte externa do ouvido.

Infecções do trato urinário

As infecções urinárias, como a cistite, são causadas pelo aparecimento de fungos ou vírus no sistema urinário. A causa mais frequente em homens é devido a infecções bacterianas na próstata e em mulheres após a relação sexual.

Além disso, no verão, a doença é mais comum, principalmente em mulheres, devido à umidade da roupa de banho. Água muito fria também afeta ajuda no desenvolvimento da infecção, já que a área nessa época é deixada mais desprotegida e é mais vulnerável ao frio.

Os sintomas da cistite são: ardor ao urinar e a necessidade de fazer muitas vezes isso. O xixi fica escuro ou com cor de sangue, dor no pé da barriga e febre em casos grave. Para impedir a doença no verão, troque a roupa e não fique muito tempo com a roupa molhada.

Depois de contraída para aliviar a dor, recomenda-se beber muita água para expulsar o vírus ou bactérias, pela micção e procurar um médico.

Intoxicação

A intoxicação alimentar é muito comum no verão, pois bactérias e parasitas surgem na comida e na água, devido às altas temperaturas e à falta de higiene. Isso pode causar problemas estomacais, como gastroenterite.

Para evitar que esses microrganismos alimentares causem doenças, é imprescindível lavar as mãos antes e depois de manusear alimentos. Armazenar a comida sempre bem embalado em locais seguros.

Também deve se ter cuidado com a água usada para cozinhar, porque você precisa ser potável.

As intoxicações digestivas causam diarreia, dores de estômago, náusea e vômito. Em caso de contratação, o ideal é manter repouso, seguir uma dieta leve e consultar um especialista.

Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE