Cuidar de Orquídeas – 6 Dicas Especiais para deixá-las mais Belas!

Thumb Cuidar de Orquídeas – 6 Dicas Especiais para deixá-las mais Belas!

Cuidar de orquídeas é uma tarefa que desperta muitas dúvidas, isso porque essas flores realmente exigem mais atenção e pelo menos um conhecimento básico em jardinagem para florescerem e manterem-se vistosas por mais tempo.

No entanto, algumas técnicas diárias são suficientes para dar a atenção que essas lindas plantas desejam e receber em troca muito colorido e perfume que só elas podem proporcionar.

Muitas pessoas escolhem cuidar de orquídeas pela sua beleza exótica e, por esse motivo, querem deixá-las em um local de destaque da casa.

Para ajudar você nessa tarefa de entender mais sobre essas flores, separamos algumas dicas que vão garantir que você consiga cuidar de orquídeas sem sofrimento!

Cuidar de Orquídeas

Cuidar de Orquídeas – Tipos de orquídeas

Vale comentar que existem mais de 50 mil espécies de orquídeas, sendo que em média, 3,5 mil delas estão aqui no Brasil.

Essas espécies são divididas em tipos mais comuns e a mais conhecida é a Phalaenopsis, que quase todo mundo já teve em casa ou ao menos já viu alguma vez na vida!

Além da Phalaenopsis, existem também as Dendrobium, Oncidium, Vanda, Cattleya e Denphal. Cada uma dessas orquídeas se adapta melhor a um espaço e exige cuidados diferentes.

Cuidar de Orquídeas – 6 Dicas Especiais para deixá-las mais Belas!

Cuidar de Orquídeas

1. Cuidar de Orquídeas – Utilize vasos de barro ao invés do plástico

As orquídeas gostam de umidade, mas não em excesso. Aliás, é a grande quantidade de água uma das causas mais frequentes de sua morte.

Por isso, o vaso de barro é mais propício para o seu plantio já que absorve melhor o líquido.

Ao colocar a orquídea em um vaso de plástico, a água pode ficar acumulada e se você não perceber, ela morre.

Cuidar de Orquídeas

2. Cuidar de Orquídeas – Cuidado na hora de regar a sua planta

Apesar de gostar da umidade, é preciso ter cuidado na hora de regar a sua orquídea.

No verão, de duas a três vezes por semana será o suficiente, enquanto no inverno a dica é de uma a duas vezes.

Nos dias mais quentes, você ainda pode jogar água no chão e deixar que o vapor umedeça o ar, garantindo a quantidade necessária de água para a orquídea.

Uma maneira prática de saber se ela está precisando de mais líquido é verificar com o dedo indicador o quão seca está a terra dentro do vaso para saber se será necessário regar.

Cuidar de Orquídeas

3. Cuidar de Orquídeas – Evite a grande exposição ao sol

Como já abordamos anteriormente, a orquídea gosta de pouca luminosidade.

Por isso, coloque o vaso em um local onde não bata tanto sol. A preferência é que fique em um lugar mais distante de janelas e portas balcão.

Se não tiver jeito de afastar a planta da luz solar, tente vedar essa iluminação ao máximo fazendo uma sombra com algum objeto, uma cortina talvez.

Para saber se sua orquídea está recebendo muita luz fique de olho nas folhas, pois elas apresentarão uma coloração amarelada.

Cuidar de Orquídeas

4. Cuidar de Orquídeas – Nada de exagerar no adubo

A orquídea exige alguns nutrientes, mas assim como a água, eles não devem ser absorvidos em grande quantidade para não matar a planta.

Em uma loja especializada, procure conversar com os vendedores para saber quais os produtos mais adequados.

Em casa, dissolva o adubo em água e vá borrifando a terra com essa mistura aos poucos.

Outra dica é colocar o produto no canto do vaso para que, a cada nova irrigação, ele possa se espalhar por todo recipiente.

Para que a planta absorva o adubo com mais eficiência, pulverize a orquídea com água uns 15 minutos antes de aplicar a mistura.

Cuidar de Orquídeas

5. Cuidar de Orquídeas – Os vasos devem estar distantes uns dos outros

Os vasos de planta devem ficar, pelo menos, cerca de 20 centímetros de distância uns dos outros.

Isso pode evitar que uma espécie doente contamine a outra. No caso de pulgões ou cochonilhas aparecerem, use sabão de coco e uma escova para esfregar as folhas.

Cuidar de Orquídeas

6. Cuidar de Orquídeas – Materiais para manuseio das plantas devem estar sempre limpos

Para evitar doenças é importante que as tesouras ou facas usadas para o corte de folhas e pequenos galhos estejam esterilizadas.

Para tanto, depois de lavar o material é importante que ele ainda passe por um enxágue de água fervente.

Aplicar um pouco de canela em pó nas folhas e caule cortados também pode ajudar na cicatrização das plantas.

Agora você já sabe como cuidar de orquídeas, e entendeu que a jardinagem exige carinho e atenção, coloque todas essas dicas em prática e tenha em casa flores sempre belas e saudáveis!

Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE