Falta de magnésio no organismo: sintomas e como combater

Thumb Falta de magnésio no organismo: sintomas e como combater

Antes de falarmos sobre as consequências da falta de magnésio no corpo, é preciso falar primeiro sobre este mineral, que não recebe a devida atenção, mas é muito importante.

Além de ser um dos minerais mais presentes no organismo, ele é necessário para o bem estar e a saúde porque está presente em dezenas de processos metabólicos.

Quando está em falta, promove problemas no sistema nervoso, afeta os dentes e também tem impacto na formação de proteínas.

Existem alguns indícios da falta de magnésio no organismo. Entre eles, os mais comuns são:

  • Fadiga: se você tem apresentado cansaço intenso, falta de energia ou pouca disposição, talvez precise rever os seus hábitos alimentares e as suas práticas diárias;
  • Dificuldade para dormir e irritabilidade: quando falta magnésio no organismo, os níveis de cortisol diminuem. A pressão sanguínea então aumenta, causando ansiedade, irritação e outras coisas bastante desagradáveis;
  • Enxaqueca ou dores de cabeça constantes: sem magnésio, sem grandes quantidades de serotonina. Sem serotonina, sem felicidade, tranquilidade e relaxamento. Diga olá para dores de cabeça desagradáveis ou mesmo enxaquecas incapacitantes;
  • Dores musculares e câimbras: o magnésio atua na oxigenação dos músculos, permitindo que relaxem. Espasmos musculares costumam acontecer quando não há mineral suficiente no corpo;
  • Depressão e ansiedade: sim! A ausência de magnésio pode piorar os sintomas da depressão e causar estados de ansiedade bastante incômodos;
  • Arritmia: para que os batimentos cardíacos permaneçam em ritmo normal, é preciso que os níveis de magnésio estejam adequados. Quando isso não acontece, podem ocorrer palpitações e modificações nos batimentos cardíacos.

falta de magnesio

O magnésio é um mineral necessário para a vida. Quando há falta de magnésio no corpo, o mal estar é inevitável.

Se você tem apresentado qualquer um destes sintomas, vá a um médico e solicite exames para acompanhamento do seu estado de saúde. É preciso monitorar o seu corpo para saber o que está errado e, quando necessário, suplementá-lo ou fornecer a ele possibilidades de recuperação.

De qualquer maneira, já está claro que consumir magnésio é vital para o pleno funcionamento do seu corpo e para a manutenção da sua qualidade de vida. Se você quer saber como aumentar a ingestão de magnésio, confira a nossa lista abaixo.

Como suplementar o magnésio por meio da alimentação

Ao contrário do que possa parecer, não é tão difícil assim repor o magnésio no seu organismo. O primeiro passo para isso é evitar açúcar: isso acontece porque é preciso muito magnésio para processar as moléculas deste alimento, que também é responsável por uma série de problemas de saúde.

Se você quer emagrecer, sentir-se bem e evitar diabetes e problemas similares, sabe que é necessário retirar o açúcar da sua vida. Não é fácil, sabemos, mas garantimos: o resultado faz tudo valer a pena.

Para além disso, existem alguns alimentos que podem suplementar o magnésio de forma rápida e bastante gostosa. Recomenda-se a ingestão de até 350mg de magnésio por dia; mais do isso pode ter o efeito contrário e causar problemas. Como tudo na vida, é preciso ter parcimônia.

falta de magnesio

É possível suplementar o magnésio por meio de uma alimentação regrada e mais saudável.

Insira na sua próxima lista de compras os seguintes alimentos – que podem ser encontrados em diversos mercados, hortifrutis e mercearias, então não se preocupe. As sementes, por sua vez, são mais facilmente encontradas em lojas de produtos naturais:

  • Abóbora;
  • Sementes de abóbora e girassol;
  • Castanha de caju e amêndoas;
  • Espinafre;
  • Chocolate;
  • Arroz integral;
  • Feijão preto;
  • Soja;
  • Abacate;
  • Figo;
  • Salmão;
  • Banana;
  • Acelga;
  • Farelo de aveia.

Se você ainda não está convencido de que é preciso ingerir mais magnésio, vamos dar mais um motivo para isso: este mineral é necessário para que a vitamina D absorva o cálcio, fundamental para a saúde dos ossos e na prevenção da osteoporose. Quem deseja viver bastante e com qualidade não pode abrir mão do autocuidado, lembre-se disso.

Por fim, se você está em busca de um estilo de vida que lhe dê mais energia, menos preocupações, muita disposição e uma quantidade imensa de nutrientes, que tal conhecer a dieta Low Carb?

Esta prática, que é pautada na diminuição da ingestão de carboidratos e no aumento das gorduras boas e das proteínas, pode ser uma ótima opção para você. Saiba mais clicando aqui!

Gostou do Artigo? Não esqueça de compartilhar com seus amigos, e nos deixe um comentário ; )

Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE