Mães mais protetoras da natureza!

Thumb Mães mais protetoras da natureza!

Não importa o que digam, o significado da palavra “Mãe” é o mesmo, seja entre as pessoas, seja no reino animal. É incrível o poder que essa pequena palavra tem e causa em todos aqueles que são envolvidos por ela.

Com toda a certeza, é o sentimento mais puro do mundo. E não importa quem o sente, a palavra mãe remete a uma proteção infinita, uma camada de amor incondicional que envolve a cria e faz durar para sempre essa relação.

E se você tem essa definição em casa, saiba que os animais também se dão esse direito e fazem valer a máxima de que mãe é tudo igual. E são mesmo!

A prova disso são as espécies que mostraremos a seguir.

Mamãe elefante

Analise a seguinte situação: você espera 22 meses para a sua cria nascer e quando ele vem, sai de você um bebê de 90 quilos. Certamente você vai odiar esse bebê, certo??? Pois então, a mamãe elefante te mostra que não. Que ela supera tudo isso e protege o seu filhote como ninguém mais. Nem o pai do filhote exerce proteção, uma vez que é expulso do bando, deixando a criação do elefantinho com a mãe. Quer proteção maior do que essa?

Mamãe orangotango

A proteção das mamães orangotangos é tão grande que elas só se reproduzem de oito em oito anos, ficando todo esse tempo cuidado dos seus filhotes. Proteção por proteção, o contato físico entre a mãe e o filho nunca se interrompe nos primeiros meses dele. E mais, a amamentação dura até os cinco anos de idade do filhote. Haja leite!

Para se ter noção de quão forte é a relação entre eles, mesmo quando já se tornaram independentes, as jovens fêmeas continuam visitando as suas mães, até chegarem aos 15 anos de idade.

Mamãe ursa-polar

Sendo animais extremamente solitários, as mamães ursas-polares ganham o dobro do seu peso quando estão gestantes, isso para que possam oferecer proteção ás suas crias. Solitárias, porque os machos se acasalam e vão embora logo depois, cabe a mãe criar pequenas cavernas onde irão hibernar.

A curiosidade da ursa-polar é que a sua cria nasce enquanto ela está dormindo. Poderia ser assim como as mulheres também, não é? Os filhotes da ursa-polar nasce sem dente e cego, e ficam sendo cuidados pela mãe até que completem dois anos de idade.

Mamãe canguru

Essa é uma mãe super protetora! Quando o seu filhote nasce, ela o deixa em sua bolsa, ou seja, na sua barriga. Enquanto permanecem ali, ele é amamentado, permanecendo por até dois meses, que é o tempo total para que possam se desenvolver por completo. Depois dessa amamentação toda, o filhote permanece até completar um ano de vida, só acompanhando as puladas da mamãe.

Mamãe guepardo

Qual mãe que não quer o melhor para o seu filho? Com a mamãe guepardo não é diferente. Curiosamente, o animal mais rápido do mundo, quando nasce, não sabe nada de nada. Quem ensina tudo a ele é a mãe, que permanece ensinando a ele as táticas para sobreviver até os dois anos. Depois desse tempo, eles já podem criar a sua própria família.

Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE