PLANTAS SUCULENTAS, APRENDA CULTIVAR ESSAS MARAVILHAS

Thumb PLANTAS SUCULENTAS, APRENDA CULTIVAR ESSAS MARAVILHAS

Plantas suculentas são uma ótima opção para quem quer ter um jardim mas demanda de pouco tempo e espaço.

As plantas suculenta são lindas, super fáceis de cultivar e são tão versáteis que podem ser usadas nos mais diversos tipos de decorações.

Seja em quadros verdes ou vasinhos espalhados pela casa, as plantas suculentas trarão um charme todo especial ao ambiente.

E está justamente aí uma característica importantíssima das plantas suculenta: elas são plantas que podem viver bem em ambientes internos.

Além de consumir pouca água, existe uma variedade imensa de espécies de plantas suculentas que apresentam os mais diversos tipos de cores, formas e texturas.

Uma informação indispensável e de conhecimento geral, é que a maioria dos cactos e suculentas precisa de contato direto com o sol para viver.

No entanto, há espécies que preferem luz indireta ou poucas horas de exposição ao sol.

É importante saber que as planta suculentas são intolerantes a ambientes de sombra.

Por isso, é preciso separar um cantinho bem iluminado para elas.

Caso você resolva cultivar plantas suculentas em ambientes internos, o ideal é que as posicione bem próximas de janelas.

Nada de colocar suas plantassuculentas em lugares como banheiros, estantes ou até mesmo mesa do trabalho, sentimos muito informar, mas pode esquecer.

A luz é realmente indispensável para essas verdinhas.

plantas suculentas

PLANTAS SUCULENTAS, COMO REGAR CORRETAMENTE

O cuidado com as regas é um fator importantíssimo e que definirá a beleza e desenvolvimento de suas planta suculentas.

Essas plantinhas precisam de pouca água para viver e por isso muitas pessoas acabam perdendo suas amiguinhas, pelo excesso de rega.

As folhas das plantas suculentas são carnudas e fofinhas e há uma explicação para isso.

As plantas suculentas armazenam água em seu interior, tornando-as resistentes à secas.

Não há uma regra específica para as regasdas suas plantas suculentas.

Tudo dependerá da região em que você vive, do clima, da temperatura do local, do vaso que elas estão plantadas e claro, da quantidade de luz solar que estão recebendo.

Mas a rega é prática e se formos estipular um padrão para elas, podemos defini-las de forma bem simples: no verão uma vez por semana e no inverno de uma a duas vezes por mês.

E para realizar a rega das plantas suculentas, molhe apenas o solo. Evite que caia água sobre as folhinhas pois elas podem apodrecer.

Você pode verificar se sua suculenta está precisando de água da seguinte maneira:

Coloque um palito no solo, ou até mesmo o dedo.

Se o solo estiver com a terra leve e solta, e seco, a água será bem-vinda.

Porém, se ainda houver umidade, espere um pouco mais para realizar a rega.

plantas suculentas

PLANTAS SUCULENTAS, CACHEPÔS

Caso suas plantas suculentas estejam em cachepôs é importantíssimo saber que elas deverão ser regadas sem eles.

Coloque-as de volta apenas após verificar que a água já escorreu completamente.

Isso evitará que as raízes das plantas suculentas fiquem em contato com a água, e consequentemente apodreçam.

plantas suculentas

SUBSTRATO PARA PLANTAS SUCULENTAS

O melhor substrato para plantas suculentas (e também para cactos) é a composição de areia de construção (areio de rio), terra adubada e pedriscos.

Basta misturar duas partes de terra para cada duas partes de areia e finalizar com os pedriscos.

Esses pedriscos podem ser perlita, cacos de telha ou até mesmo pedrinhas de construção.

É necessário que a terra seja leve, sem torrões, para que possa drenar bem a água.

As suculentas gostam de solo livre, que seja solto e bem arejado. Um solo leve.

Se você mora em cidades litorâneas, aqui vai mais uma dica:

Nunca utilize areia de praia.

Esse tipo de areia contém altas doses de sal e isso prejudicaria (até mesmo mataria) sua planta.

É importante realizar a finalização com pedriscos ou alguma outra cobertura no solo pois isso ajudará a reter a umidade, evitando assim a compactação do solo.

plantas suculentas

PLANTAS SUCULENTAS, MONTAGEM DO VASO E PLANTIO

O primeiro passo para a montagem do vaso é criar uma barreira de drenagem.

Adicione cascalho (pedrisco e cacos de telha também funcionam perfeitamente) ou argila expandida.

Feito isso, cubra com uma camada de manta bidim ou TNT.

A manta garantirá que o substrato não seja levado embora com a água durante as regas.

Após isso, adicione o substrato.

Pegue então a planta suculenta que deseja plantar com muito cuidado, pois são plantas bem sensíveis.

Retire as folhas envelhecidas e limpe as que restarem.

Para isso geralmente é usado um pincel com cerdas leves e macias.

Segure a planta pela base e retire com o torrão todo.

Coloque a planta suculenta no recipiente já com substrato, afofe com as pontas dos dedos e cubra o torrão com um pouco mais de substrato.

Finalize fazendo a cobertura citada ali em cima, com pedriscos ou outros materiais.

plantas suculentas

PLANTAS SUCULENTAS, ADUBOS E FERTILIZANTES

A adubação orgânica é sempre bem-vinda para suas plantas suculentas e uma das melhores e mais conscientes que há.

Utilize sempre húmus de minhoca ou outro composto orgânico.

Caso prefira optar por outros adubos, existem fertilizantes específicos para cactos e suculentas.

Basta seguir as instruções da embalagem e pronto, suas plantas vão amar!

plantas suculentas

COMO FAZER MUDAS DE PLANTAS SUCULENTAS

As suculentas são aquelas plantas nas quais a raiz, caule ou folhas possuem tecidos capazes de armazenar água em quantidades muito maiores que em plantas normais.

Esta adaptação lhes permite manter reservas do líquido durante períodos prolongados e sobreviver em ambientes áridos e secos por maior período de tempo.

A adaptação das plantas suculentas lhes permite colonizar ambientes pouco habitados, que recebem pouca água e muita luz.

Para possibilitar a captação da escassa umidade presente no ambiente, muitas suculentas possuem a superfície das folhas e caules cobertos de pêlos (para captar o orvalho) e ceras (para impedir a perda de água pela evaporação).

Sua forma de propagação vegetativa se dá pela simples queda da folha na superfície do solo.

A água contina da folha das plantas suculentas é suficiente para hidratar as raízes e a formação da muda até a maturidade do crescimento.

VEJA 5 PASSOS PARA TIRAR MUDAS DE PLANTAS SUCULENTAS

plantas suculentas

1º PASSO : SUBSTRATO DE ENRAIZAMENTO

O substrato ideal para o enraizamento das plantas suculentas deve ser poroso, leve, não reter umidade e ser de fácil manuseio.

O mais usado para o enraizamento de mudas e estacas de plantas suculentas é a areia lavada de contrução (deve ser peneirada para retirar os grumes de argila e pedriscos grandes).

Em uma bandeja furada no fundo, deve ser colocada uma camada de 1 cm de brita 0 ou pedriscos, em seguida, preencher até a borda com a areia lavada.

Apertar e molhar para retirar os espaços com ar, preencher novamente com areia para manter a uniformidade da bandeja.

Deve ser colocada sobre a areia, uma camada de esterco curtido (seco, moído, peneirado e isento de plantas daninhas) de aproximadamente, 0,5 cm.

As plantas suculentas adoram o esterco, por ser rico em matéria orgânica e ter baixo teor de nitrogênio, esse produto acelera o crescimento radicular e a formação das mudas.

plantas suculentas

2º PASSO: PREPARAÇÃO DAS NOVAS MUDAS

As folhas que serão usadas na propagação das plantas suculentas devem ser destacadas na base do caule da planta matriz.

É importante ficar atento neste processo pois algumas folhas quebram com facilidade antes da base.

É justamente na base que serão formadas as raízes e a muda das plantas suculentas.

As estacas laterais devem ser cortadas na lateral do caule.

É importante tomar cuidado caso seja feito o arranquio para nao necrosar o caule da planta suculenta.

O ferimento no caule é uma porta aberta para entrada de doenças e também para a desidratação da planta matriz.

Se houver um ferimento no caule, deve-se pulverizar o lugar com canela em pó para que seja feita a cicatrização do lugar lesionado.

Quando a planta suculenta emitir uma haste floral, as folhas da haste e a própria haste, também são mudas que podem ser enraizadas da forma descrita neste artigo.

plantas suculentas

3º PASSO: DESENVOLVIMENTO NA AREIA

O plantio das estacas lateraisdas plantas suculentas na areia deve ser feito de forma simples.

Deve-se fazer um buraco com um lápis, enfiar o caule da suculenta, apertar em volta para firmar e molhar a areia em seguida.

Leva-se em torno de 20 dias para as mudas das plantas suculentas estarem enraizadas e aptas para o plantio no vaso individual.

Após esse prazo deve-se, molhar a areia ou com uma faca, afofar a areia ao redor da muda e puxar levemente para que ela saia com raízes.

Nao é necessário lavar a areia que fica grudada no sistema radicular das mudas das plantas suculentas.

Após a formação radicular, as mudas tem condições de absorver os nutrientes que compõe o condicionador de solo e crescer mais saudáveis e bonitas.

No caso das folhas da planta matriz, deve-se deixar as folhas sobre o esterco, não é necessário plantar a folha, há um sério risco da mesma melar.

Após cerca de 7 dias, inicia-se a formação radicular.

Algumas espécies de plantas suculentas formam raízes antes e outras após esse período de 7 dias.

Após as raizes crescerem e entrarem em contato com o esterco, as mesmas absorvem o nutriente deste produto e aceleram a formação do brotinho.

Esse broto só estará maduro para o vaso individual quando a folhinha que o gerou secar naturalmente.

Não é necessário lavar a areia que ficar grudada no sistema radicular do broto.

plantas suculentas

4º PASSO: PLANTIO NO VASO INDIVIDUAL

Após a mudinha da planta suculenta estar formada e a estaca enraizada deve-se fazer o plantio no vaso individual para o desenvolvimento da mesma.

O plantio é feito da mesma forma que qualquer planta.

Deve-se colocar um drenante no fundo do vaso (brita, seixo, caco de telha, argila expandida, etc.), completar com um condicionador de solo “Classe A” até a borda, plantar a muda, apertar em volta para firmá-la, molhar e deixar em uma área sombreada até o crescimento e formação de novas folhas e brotos.

Após o crescimento, deve-se colocar o vasinho no sol para adaptação e mudança de cor das folhas.

Após o inicio de brotação de novas folhas, deve-se iniciar a adubação foliar nas mesmas para acelerar o desenvolvimento da muda no vaso individual.

É importante hidratar a planta pelo menos 1 vez a cada 15 dias.

plantas suculentas

5º PASSO: CONDIÇÕES IDEAIS DE CRESCIMENTO

O vaso com as folhinhas deve ficar em local onde receba apenas a claridade.

O sol direto queima os brotinhos e raízes novas.

É importante na hora de molhar, umidecer apenas o substrato (conforme descrito no 1º Passo).

A folhinha possui água e nutrientes suficientes para produzir raízes e o novo broto.

Se receber água em excesso, corre o risco de melar e apodrecer o broto.

Proteja o vaso da chuva.

Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE