Qual a hora certa de uma criança aprender inglês?

Thumb Qual a hora certa de uma criança aprender inglês?

Pais e mães, por vezes se pegam pensando quando poderão matricular os filhos em escolas de línguas. Os cientistas concordam apenas que, não existe uma idade certa para a criança aprender qualquer idioma!

Mas, quanto mais cedo melhor, pois o cérebro dos pequenos estão se desenvolvendo rapidamente, razão pela qual eles aprendem mais facilmente, qualquer idioma ou matéria escolar.

Uma pesquisa feita pela Universidade da Colúmbia Britânica, provaram que bebês nascidos de mães bilíngues, possuem habilidades de discernir os dois idiomas.

E, na Universidade de Nova York em Toronto, as crianças que possuem fluência em dois idiomas, desenvolvem diversas habilidades de forma fácil e divertida.

Quando começar a ensinar inglês para os pequenos

Os professores e estudiosos, concordam que é melhor iniciar com o ensino bilíngue aos poucos, e de acordo com o nível de aprendizado deles, ou seja nada de forçar. Se eles ainda não sabem ler e escrever, a metodologia de ensino é diferente, baseada em cores, imagens, figuras e desenhos.

Até os três anos de idade, as crianças conseguem aprender pequenas palavras em inglês, mas a longo prazo, não as memorizam permanentemente.

Entre quatro e seis anos de idade, a criança se prepara para atividades mais elaboradas, incluindo desenhos, formas, leitura e escrita, bem como jogo de cores e desenvolvem a capacidade de fixar o novo idioma na memória.

De sete anos para frente,a criança já consegue se expressar e comunicar-se com os pais, e com outras crianças. Assim, o método para aprenderem inglês fica sendo o tradicional, como leitura, escrita, tradução, textos e filmes em inglês.

Então, para as crianças, aprender uma nova língua tem que ser muito legal, divertido, atrativo e prazeroso.

 

Aprender algo novo é tudo de bom

É bom porque além de formar o cérebro dos pequenos, dando a eles a capacidade de pensar rápido e resolver os problemas do dia a dia, ainda previne doenças destrutivas do sistema nervoso, como o Alzheimer.

As crianças que aprendem duas ou mais línguas, também são mais concentradas nas tarefas, facilita a formar opiniões e reforça a ideia de que aprender, não só o inglês, mas tudo na vida, tem que ser com muito amor e diversão.

Qualquer escola de inglês serve? A resposta é não. Os pais devem ver qual é o método de ensino daquela escola, quais são os níveis de aprendizado, se os professores são bacanas, e bem preparados para lidarem com a galera, e se os pequenos conseguem aprender mesmo.

A infância deles, é importantíssima para formar a base que os levará a ser adultos bem preparados no futuro, bem-humorados e felizes com a vida, que saibam lidar com todo tipo de gente, que queiram continuar a aprender e claro, passem para a outra geração o que levaram da vida.

Mais do que pagar uma aula de inglês para o filho, é preciso observar quais os gostos que ele (a) já possui, e que tipo de atividade o interessa mais na escola.

Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE